A exigência do consumidor em conhecer a matéria-prima do produto que consome e a busca por qualidade tem se tornado cada dia mais frequente. Neste sentido, a 9ª Turismate promove no dia 15 de novembro, a partir das 7h30min, no CTG Querência do Mate, o IV Congresso Estadual de Sustentabilidade da Cadeia Produtiva da Erva-mate.

Tendo como tema central “A cadeia produtiva da erva-mate e visão de futuro”, o congresso é voltado a mostrar para o consumidor e aos atores da cadeia produtiva da erva-mate de que é preciso estar preparado para o amanhã, com uma produção de qualidade. O evento tem o intuito de mostrar a importância de um produto rastreado, baseado na cobrança do consumidor que está a cada dia mais exigente e preocupado com a saúde.

Voltado para produtores rurais, ervateiros, membros de entidades representativas do setor ervateiro, autoridades municipais, estaduais, técnicos, estudantes e demais interessados, o momento é promovido pela Administração Municipal, Secretaria de Agricultura, Emater, A.A. Erva-mate, Sindimate e Ibramate. Tem como apoiadores a Câmara Setorial da Erva-Mate, Fundomate, Sema e Conab,

A quarta edição do congresso abordará diversos temas relacionados ao futuro do setor. Entre eles está a certificação florestal, o potencial da erva-mate no turismo, custo de produção e boas práticas de produção, além de uma troca de experiências entre produtores e ervateiros, explanando seus cases de sucesso.

“O congresso técnico para nós é muito importante. Convidamos pessoas envolvidas com o setor ervateiro como a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab); a Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura do Estado falando sobre a certificação florestal, onde se tem um potencial enorme e uma demanda por parte do consumidor querendo um produto rastreado. Além disso, dentro desse congresso técnico haverá uma evidência e um palestrante falando sobre como aproveitar esse potencial da erva-mate no ecoturismo ou no turismo, entre outros assuntos”.

Uma das inovações, segundo Jurandir, é o relato de experiências de ervateiros e produtores, apresentando os cases de sucesso de pessoas bem-sucedidas no setor ervateiro. “O congresso técnico da erva-mate está voltado a mostrar para o consumidor e atores da cadeia produtiva da erva-mate de que nós estamos nos preparando para este presente para o amanhã, que é uma produção de erva-mate com qualidade”.

 

 

Programação – Sexta-feira (15 de novembro)

7h30min – Recepção e inscrição

8h – Abertura

8h30min – Custo de Produção da Erva-mate com o engenheiro agrônomo Marcio Renan Weber Schorr

9h30min – Intervalo

9h45min – Certificação florestal com o biólogo Pablo Silva

10h45min – Boas Práticas de Produção da Erva-mate com o engenheiro agrônomo Cezar Burille

11h45min – Entrega de certificado

12h30min – Almoço

13h30min – Rotas turísticas da erva-mate com o coordenador de projetos do Sebrae, Diego Zenker

14h30min – Relato de experiências em erva-mate com Ervateira Ximango, Ervateira Valério, Inovamate, Polli Fertilizantes e produtor Ivando Livinalli

16h15min – Intervalo

16h30min – Encerramento com entrega de certificado