Faltando menos de dois meses para a Festa da Erva-mate (Turismate), a Administração Municipal de Ilópolis vem trabalhando com melhorias para receber os visitantes. No Parque do Ibama, local da feira, uma das ações consiste na revitalização da Reconstrução do Processo Histórico da Erva-mate.

“Foi feita uma reforma geral, pois com o passar do tempo e a exposição direta no sol e chuva, fazem com que as madeiras e folhas de coqueiro existentes no local acabem se deteriorando”, ressalta o secretário de Turismo do município, Marle Marques.

Diversos espaços receberam melhorias como os pilões, a calha de água para girar o moinho, reforma das arapucas onde se coloca a erva, entre outras. O trabalho vem sendo realizado há cerca de dois meses por dois funcionários públicos.

Dividido em seis estações, os visitantes da feira poderão entender de forma prática o processo histórico da erva-mate, que será encenado por uma turma de atores durante os três dias do evento.

A Reconstrução do Processo Histórico da Erva-mate é um projeto desenvolvido pelas ervateiras de Ilópolis, com o apoio da Administração Municipal e colaboradores. O projeto conta a história da erva-mate desde a época do índio até a atualidade.

 

Turismate já tem 80% dos estandes vendidos

 

Com 80% dos estandes vendidos, a comercialização segue acontecendo tanto para empresas de Ilópolis como de fora do município.

Para as empresas de Ilópolis que participaram da reunião o valor é R$ 300. Para quem não participou, o valor é de R$ 1 mil à vista se pegar mais de um estande, R$ 1,2 mil à vista se pegar só um estande e R$ 1,5 mil a prazo.

Segundo Marle, o prazo para comercialização se estende até 30 dias antes da feira para fins de organização. “A venda está sendo boa. Temos um total de 89 espaços disponíveis. Além disso, estamos vendo a possibilidade de colocar mais um pavilhão à venda se caso estourar os disponíveis e tiver mais procura”, afirma.